Apresentação

Decido reunir aqui os meus textos jornalísticos e de opinião –e alguns um pouco mais técnicos– sobre língua e discurso, cultura, política e sociedade, inéditos ou publicados em diversos médios impressos e eletrónicos desde há mais de vinte anos, na década de 1980. Com esta organização do material espero facilitar a leitura e a pesquisa para as pessoas que estiverem interessadas.

Os Textos figuram em ordem cronológica inversa segundo a data em que foram redigidos. Também se podem procurar por Categorias, no calendário do Arquivo, ou por pesquisas de palavras (ou de frases exatas, entre aspas ” “) na caixa Procurar, no topo da coluna esquerda.

Na altura há mais de 120 textos colocados. Com tempo, irei colocando tudo e talvez incorporando também outros materiais da minha página web na Universidade da Corunha, ainda ativa: http://www.udc.es/dep/lx/cac .

Agradeço a colaboração de Ruben Prol na cópia dos materiais e na organização do site. O lugar ainda está em desenvolvimento. Se acharem imperfeições e problemas de desenho, desculpem, mas ainda não temos acesso completo a todos os recursos para personalizar certos aspetos.

Muito obrigado pela sua visita.

26 de abril de 2010.

Comentarios

Comment from Mário Herrero
Date: 27 27UTC Abril 27UTC 2010, 07:18

É uma magnífica notícia. Parabéns!

Comment from celso
Date: 1 01UTC Maio 01UTC 2010, 17:51

Obrigado, meu.

Comment from Ana Gabriela Silva Fernandes
Date: 3 03UTC Maio 03UTC 2010, 14:36

Celso
Aqui vai o link para o blogue onde me dedico a descobrir textos e a dar largas à criatividade.
Há outros dois, um de política, outro de vida e cinema, mas creio que não vais gostar muito pois mostra o meu lado mais convencional (política) e idealista (vida e cinema).
As nossas experiências individuais, a forma como os acontecimentos chocaram com a nossa natureza e sensibilidade próprias, moldam-nos irremediavelmente, sabes? E no entanto amo a liberdade mais do que tudo, a liberdade-autonomia-responsabilidade. A liberdade-consciência do colectivo. A liberdade-autenticidade-vitalidade. Sim, somos seres contraditórios e paradoxais…
Como te disse na mensagem do Facebook, ver-te-ei sempre como o Professor da Galiza que descobriu um dia uns textos meus que navegavam na internet. Já lá vão 13 anos (!) O tempo passa.
Linkei o teu blogue com o título “Voz da Galiza”, espero que não te importes, porque “Desde a Margem” não identifica a Galiza, o mito original da nossa identidade linguística comum, uma espécie de “solo sagrado” que ninguém poderá destruir. A vitalidade estará sempre nas coisas vivas como a nossa língua-comunicação-pensamento.
E já me alonguei demais…
Ana

Comment from celso
Date: 3 03UTC Maio 03UTC 2010, 17:03

Obrigado, Ana. A ligação ao blogue ficou “ancorada” ao teu nome no comentário, portanto não aparece no texto. Abaixo a coloco.

Já visitara As coisas essenciais e Rio sem regresso. Não o blogue sobre política, que conheci agora.

Ligo aqui apenas os dous primeiros porque não quisera que a minha grande discordância com o último enturvasse estas ligações de palavras.

Abraço!

As Coisas Essenciais: http://as_coisas_essenciais.blogs.sapo.pt/
Rio sem regresso (sobre cinema): http://rio_sem_regresso.blogs.sapo.pt/

Comment from O levantador de minas
Date: 6 06UTC Maio 06UTC 2010, 16:56

Benvido á Blogaliza, Celso. Escrevi uma nota no meu blogue a partir de um dos teus textos sobre literatura. Abraço fraterno.

Comment from celso
Date: 6 06UTC Maio 06UTC 2010, 22:23

Obrigado, Alfredo. Pois, por aqui andamos. Saúde!