Category: classe

O neocapitalismo, a Catalunha e o sangue

4 Outubro, 2017 (00:42) | classe, economia, política, violência |

     A avidez do capital financeiro está prestes a destruir o capitalismo mesmo: a acumulação de valor via a produção está a chegar a uns dos seus “limites” por sobreexploração dos recursos naturais, por mecanização e por devaluação da mão de obra: se o Trabalho não vale, também não acrescenta valor ao produto! As baratíssimas […]

Ideometria

19 Abril, 2015 (22:47) | classe, cultura, economia, mercado simbólico |

Há três maneiras em que o trabalho intelectual universitário atual se inscreve numa lógica muito distante do que ele pretensamente representa: mercantilização, disciplinamento, e calibração. De maneira interessante, a trabalhadora ou trabalhador intelectual resume e incorpora, no capitalismo especulativo do conhecimento, várias dimensões do mercado do capital, como um microcosmos dessa sanguenta ilusão. Mercantilização. A […]

Quarenta Anos na Fábrica da Língua

1 Outubro, 2013 (00:01) | classe, discurso, economia, ideologia, mercado linguístico, mercado simbólico, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua ★ No Praza Pública Desde há aproximadamente 40 anos se vem construindo na Galiza uma versão (oral, escrita e funcional) da língua do país que geralmente está naturalizada já como o “galego oficial” (paralelamente, não esqueçamos, desde há um pouco menos se vem construindo e praticando a versão “reintegracionista”). As […]

Assaltar a CEOE

2 Outubro, 2012 (13:41) | classe, economia, política, violência |

Nos sumidoiros da violência todas as ações fedem igual. A brutalidade policiaca é aprendida primeiro sob um chândal com capacete cosido polas meninhas indianas ou as adultas galegas de Inditex. A violência policial leva, dantes, um chândal com capacete e uma mochila às costas. No jogo mediático, os adversários mudam de bando após cada combate. […]

Notas Sociolinguísticas de Verão

14 Xullo, 2012 (00:00) | classe, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua ★ Em MundoGaliza ★ Em Diário Liberdade ★ Em GalizaLivre  Com o simples intuito de convidar à reflexão, e sem mais motivo que o impulso perante um panorama político onde se focalizam questões muito diferentes que as da língua, eis estas breves Notas Sociolinguísticas de Verão (ou isso esperemos: que “breves” […]

A Morte do Sexénio (uma história)

8 Xuño, 2012 (18:13) | classe, cultura, ensino, mercado simbólico |

Hoje, na Universidade, alguém do meu corpo docente perguntou-me se eu tinha algum sexénio vivo. Precisava sabê-lo para colocar-me nalgum dos velhos lugares em que se baseia o saber universitário: os de acima, com vários sexénios vivos, e os de abaixo, seres asexeniados ou cujos sexénios, no nosso fértil eufemismo, não se chamam mortos não: […]

Galiza, coletivo de base

28 Maio, 2011 (16:30) | classe, economia, política, sociedade | 3 comments

Em Diário Liberdade ★ Em Portal Galego da Língua ★ Em MundoGaliza ★ Em Xornal Qual é a diferença, em termos da subjugação das vontades populares ao poder económico, militar e político, entre os coletivos de acampamentos nas cidades e essoutro coletivo que chamamos “as/os galegas/os”?  Em que medida é coerente ou taticamente útil pretender […]

A quadratura da língua

19 Decembro, 2010 (00:00) | classe, discurso, língua, mercado linguístico, mudança linguística, política |

Publicado em Xornal • Em Carta Xeométrica A polémica atual a raiz do documento de IGEA propondo o “bilinguismo restitutivo” como eixo duma política planificadora tem duas dimensões interrelacionadas: O confronto ideológico intrapartidário e as suas ramificações interpartidárias em termos de alianças tácticas, e as suas bases técnicas e sociolinguísticas, que são cruciais para qualquer […]

Monolinguismo, bilinguismo, hegemonia: Não são só palavras

5 Decembro, 2010 (23:29) | classe, ideologia, língua, mercado linguístico, mudança linguística, política, práticas de fala |

No Portal Galego da Língua • Em MundoGaliza • Em Diário Liberdade • Em Encontro Irmandiño • Em  Carta Xeométrica Despersonalizar é provavelmente a melhor disposição para compreendermos um problema tão complexo como a atual crise da língua na Galiza. A troca de textos e mensagens recentes nas publicações periódicas do país e na Internet […]

Contrastes de línguas e nações

24 Maio, 2010 (18:20) | classe, ensino, língua | 2 comments

Regressando da Catalunha depois duns dias de lazer compreendo mais uma vez os contrastes constitutivos entre duas nações, aquela e esta, tão diferentes mas unidas numa questionável aliança contra um estado central que, entre outras formas de miragem, foi capaz de produzir até o pretenso antídoto Galeusca. Na Catalunha, não apenas as pequenas lojas fazem […]