Category: direitos linguísticos

Ou autodeterminação e socialização também linguísticas ou não há nada que fazer

5 Marzo, 2015 (22:00) | direitos linguísticos, língua, mercado linguístico, mudança linguística |

Publicado em Novas da Galiza 145, pp. 120-121 ★ No Portal Galego da Língua 1. A diagnose Periodicamente repete-se na Galiza a pergunta se a “normalización lingüística” foi um fracasso ou um sucesso. Desta vez o motivo parecem ser os novos dados do Instituto Galego de Estatística que podem ler-se como uma indicação de que […]

Cuidadinho com o triunfalismo

15 Setembro, 2010 (20:33) | direitos linguísticos, língua, mudança linguística, política | 1 comment

Em MundoGaliza • Em Diário Liberdade • Em Galiza Livre O problema do triunfalismo é que, quando não triunfa, a queda é mais dura. Refiro-me à denegação, por parte do Tribunal Superior de Justiça da Galiza, da “suspensão cautelar” do Decreto do Plurilingüismo do PP solicitada no recurso interposto pola Mesa pola Normalización Lingüística. E […]

Corrupção, consenso e política linguística

13 Abril, 2010 (00:00) | classe, direitos linguísticos, discurso, língua, mercado simbólico, política |

Publicado no Portal Galego da Língua • Em Vieiros Em textos anteriores (“Língua, Mercado e liberdade”, “O conflito linguístico só tem uma saída”, “Contra a utilização dos ‘direitos linguísticos’”, “Bilinguismo zumbi e crise sociolinguística”) tenho apontado que a história da política linguística na Galiza se deve examinar como a articulação de três dicotomias entrecruzadas: o […]

E chegou a Pergunta

5 Xuño, 2009 (00:00) | direitos linguísticos, ensino, língua, política |

Publicado em Vieiros O Conselheiro de Educação Jesús Vázquez, acompanhado polo Secretário Geral de Política Linguística, Anxo Lorenzo, apresentou o questionário de consulta de “preferências” dos pais sobre as línguas de ensino para os seus filhos. O questionário consiste em quatro perguntas por nível educativo: Educação Infantil, Educação Primária, Educação Secundária, e Formação Profissional. Será […]

Sim, mas, que Pergunta prefere a Língua?

1 Xuño, 2009 (00:00) | direitos linguísticos, ensino, língua, mercado simbólico, política |

Publicado em Vieiros O novo Secretário Geral de Política Linguística, Anxo Lorenzo, declarou em mais duma ocasião que “O principal problema [do Velho Decreto sobre o galego no ensino] é que non está apoiado por todas as forzas políticas” (Encontro Digital em La Voz de Galicia, 29 de maio de 2009), ou que “El bipartido […]

O conflito linguístico só tem uma saída

5 Maio, 2009 (00:00) | classe, direitos linguísticos, língua, mercado linguístico, política |

Publicado no Portal Galego da Língua O conflito linguístico é inerente às sociedades de classes, porque não é um conflito linguístico: é um conflito de classe, em vários sentidos amplos, de grupos em controlo de diversas peças dessa perversa maquinaria que é um modo de produção essencialmente injusto, ainda com todas as correções que se […]

Bilinguismo zumbi e crise sociolinguística

24 Marzo, 2009 (00:00) | classe, direitos linguísticos, economia, língua, mudança linguística, política, práticas de fala |

Publicado em Vieiros No seu blogue do New York Times, o prémio Nobel de Economia Paul Krugman introduz a expressão “zombie ideas” para se referir àquelas más propostas económicas já mortas que ressuscitam periodicamente. Aprendo a imagem numa entrevista que lhe faz Amy Goodman no inimitável noticiário Democracy Now!, e aproveito-a sem pudor. O “bilinguismo […]

Língua, Mercado e liberdade

9 Setembro, 2008 (00:00) | classe, direitos linguísticos, economia, língua, mercado linguístico, política |

Publicado no Portal Galego da Língua 1. A eliminação do coletivo Num texto de 1998, Pierre Bourdieu (“L’essence du néolibéralisme”, Le Monde Diplomatique, Março 1998; acesso na Internet: http://www.monde-diplomatique.fr/1998/03/BOURDIEU/10167 ; existem traduções portuguesas como a de Informação Alternativa, http://www.infoalternativa.org/teoria/teo007.htm) lembra-nos o principal procedimento do liberalismo moderno (o duvidosamente chamado “neoliberalismo”, isto é, o ultraliberalismo que […]

Contra a utilização dos ‘direitos lingüísticos’

8 Maio, 2008 (00:00) | direitos linguísticos, língua |

Publicado no Portal Galego da Língua A situação socio-linguística actual da Galiza (e passada, desde a formação do estado capitalista moderno) pode ver-se em termos dum duplo eixo de coordenadas: a hidráulica entre direitos e deveres linguísticos, e o confronto entre os âmbitos público e privado. Enquanto se perde a língua na Galiza, os três […]

Final de sequestro: Sobre o “Plan Xeral de Normalización da Lingua Galega”

7 Marzo, 2005 (00:00) | direitos linguísticos, língua, práticas de fala |

Publicado no volume O País na Janela. Três anos de independência informativa: Novas da Galiza 2002-2005. Lugo: A Fenda Editora (2005), pp. 23-25 Já há anos que o vocábulo “normalización” da língua foi sequestrado por sectores do poder político e intelectual galego, com bons benefícios. Mas parece que com o Plan Xeral de Normalización da […]