Category: economia

O neocapitalismo, a Catalunha e o sangue

4 Outubro, 2017 (00:42) | classe, economia, política, violência |

     A avidez do capital financeiro está prestes a destruir o capitalismo mesmo: a acumulação de valor via a produção está a chegar a uns dos seus “limites” por sobreexploração dos recursos naturais, por mecanização e por devaluação da mão de obra: se o Trabalho não vale, também não acrescenta valor ao produto! As baratíssimas […]

A Verdade Verdadeira Por Que Ganhou Trump (E Isso Que Não Sou Jornalista)

14 Novembro, 2016 (22:35) | economia, política |

Quando chegaram as primeiras notícias de que as explosões das Torres Gémeas foram causadas por aviões kamikazes, escutei duma pessoa hipercrítica com o mundo inteiro: “Claro. Os aviões são as bombas dos pobres”. Os “pobres” que planificaram e financiaram o massacre resultaram ser petromonarquias árabes, não palestinianos desapossados. Naquele 11/9 escutaram-se também vozes clarividentes de […]

E por que não MAIS independentismo, precisamente?
 Réstia de perguntas à esquerda “não independentista”

23 Xullo, 2016 (20:48) | economia, ideologia, política, sociedade |

     Por que não a independência da Galiza? Qual é o problema da autoorganização da “gente” a todos os níveis? Qual é o problema duma ordem jurídica, do grau de formalização que for, que permita formas económicas e sociais emancipatórias próprias (p. ex. usufruto em mão-comum, democracia de base, economias sustentáveis, anti-extrativismo, soberania energética…)?  Onde […]

Ideometria

19 Abril, 2015 (22:47) | classe, cultura, economia, mercado simbólico |

Há três maneiras em que o trabalho intelectual universitário atual se inscreve numa lógica muito distante do que ele pretensamente representa: mercantilização, disciplinamento, e calibração. De maneira interessante, a trabalhadora ou trabalhador intelectual resume e incorpora, no capitalismo especulativo do conhecimento, várias dimensões do mercado do capital, como um microcosmos dessa sanguenta ilusão. Mercantilização. A […]

A Crise do Linguotariado

18 Decembro, 2013 (00:01) | economia, língua, mercado linguístico, mercado simbólico, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua Na Fábrica da Lingua, propriedade do Estado, trabalharam durante quarenta anos centenas de pessoas. Cada manhã recolhiam pedaços irregulares de fala do chão milenário, faziam simétricos tijolinhos com esta matéria, distribuíam-nos entre elas, e cada tarde consumiam-nos elas mesmas nas casas, nas escolas, e nalguns atos públicos. Os tijolinhos, organicamente, […]

Quarenta Anos na Fábrica da Língua

1 Outubro, 2013 (00:01) | classe, discurso, economia, ideologia, mercado linguístico, mercado simbólico, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua ★ No Praza Pública Desde há aproximadamente 40 anos se vem construindo na Galiza uma versão (oral, escrita e funcional) da língua do país que geralmente está naturalizada já como o “galego oficial” (paralelamente, não esqueçamos, desde há um pouco menos se vem construindo e praticando a versão “reintegracionista”). As […]

As decisões políticas e a morte das pessoas

28 Xullo, 2013 (23:08) | discurso, economia, política, sociedade |

No portal de EDiSo – Associação de Estudos sobre Discurso e Sociedade Os factos são cruéis, e provavelmente conhecidos. Mas, polo argumento a desenvolver, e com respeito, devem ser lembrados: Em 24 de julho de 2013, um trem rápido da RENFE (Red Nacional de Ferrocarriles Españoles) procedente de Ourense, na Galiza, descarrilou numa curva perto […]

Descapitalizar a Língua e o Discurso: sobre o galego, o valor e o capital

21 Xaneiro, 2013 (00:00) | campo académico, discurso, economia, mercado linguístico, mercado simbólico, política |

No Portal Galego da Língua ★ No Diário Liberdade Em 1987 eu estava a fazer a tese de doutoramento numa universidade dos EUA. Tinha 28 anos, e vinha periodicamente a estadias na Galiza para a pesquisa. A tese, sobre o que chamei “a institucionalização do galego”, procurou descrever os começos da introdução estruturada do galego […]

Assaltar a CEOE

2 Outubro, 2012 (13:41) | classe, economia, política, violência |

Nos sumidoiros da violência todas as ações fedem igual. A brutalidade policiaca é aprendida primeiro sob um chândal com capacete cosido polas meninhas indianas ou as adultas galegas de Inditex. A violência policial leva, dantes, um chândal com capacete e uma mochila às costas. No jogo mediático, os adversários mudam de bando após cada combate. […]

Descapitalizar o capitalismo

24 Maio, 2012 (00:00) | economia, política |

Em MundoGaliza Estou farto. Levo décadas emprestando o meu dinheiro aos bancos (eles chamam-no “aforros”) só para que eles, com o meu empréstimo, ganhem mais dinheiro do que me dão. Além disso, nem sequer lhes exigi um aval. Eles dizem que me “guardam” o dinheiro (por se o gasto ou mo roubam), mas eu tenho […]