Category: linguagem

Rosa Díez insultou deliberadamente

28 Febreiro, 2010 (00:00) | discurso, linguagem, política |

Publicado em Xornal • Em Vieiros Está fora de dúvida que a utilização do vocábulo “gallego” por Rosa Díez para desqualificar Zapatero na entrevista que lhe fez Iñaki Gabilondo ofendeu milhares de pessoas. A questão é se se pode estabelecer com suficiente certidão que a ofensa coletiva de Díez foi deliberada, e que portanto as […]

Construindo a “fraude” com palavras: As declarações de Fraga Iribarne

22 Xuño, 2005 (00:00) | discurso, linguagem, política |

Publicado em Vieiros As declarações de Fraga Iribarne depois das eleições (19-6-2005) sobre uma hipotética “fraude” com o voto dos emigrantes e o 70% dos votos que, pensa ele, conseguirá o PP, colocam vários interrogantes preocupantes. Os comentários respondiam a uma estudada pergunta por parte de uma jornalista: PERGUNTA: “En estas elecciones es más peligroso […]

Com motivo da forma

16 Novembro, 1999 (00:00) | arte, cultura, linguagem |

Prólogo para o livro-catálogo da exposição Berta Cáccamo. Pintura 1999, Galeria VGO, 26-11-1999 – 5-1-2000. Vigo: Galería VGO, pp. 12-13. Muito antes que a linguagem fosse isto tal como a conhecemos, quero imaginar que povoavam as estepes e os escassos rios clandestinos onde abrevavam os humanos formas geométricas primordiais, traços preliminares do sentido. À tarde, […]

A ausência de linguagem

29 Xuño, 1998 (00:00) | discurso, língua, linguagem, mercado linguístico, política |

Publicado em A Nosa Terra 840, 23 Julho 1998, p. 31 • Non! – crítica & intervenção [ligação não operativa] Nunca se poderá destacar suficientemente a instrumentalidade da apropriação da língua e da palavra na sociedade capitalista para a dominação social. Embora os sociolinguistas não o saibam, a primeira divisão entre as gentes que estabelece […]

Com as línguas cortadas

5 Setembro, 1994 (00:00) | discurso, língua, linguagem, política |

Publicado em Çopyright 10, 30 Julho 1996 UM A realidade compõe-se de um número impreciso de mundos concêntricos de verdade e falsidade, todos eles cruzados por frechas de linguagem, o único material que nos resta para exprimirmos a complexidade e o assombro. Onde começarmos é sempre a tarefa mais inumana, quase impia, pois em articularmos […]

Tristes monolingues do poder

23 Novembro, 1989 (00:00) | classe, língua, linguagem, mercado simbólico, política |

Escrito em Berkeley, EUA • Publicado em A Nosa Terra, e em Gaveta 4 [Revista da Faculdade de Humanidades da Universidade da Corunha], 1993, pp. 33-35 NOTA NA PUBLICAÇÃO EM GAVETA: Estivem a ponto de dizer: «Este texto foi escrito em 1989 e publicado previamente em…», mas não seria certo. Um texto perigosamente semelhante ao […]

A ambiguidade

8 Setembro, 1988 (00:00) | discurso, língua, linguagem, política |

Escrito em Berkeley, EUA • Publicado em A Nosa Terra Há pouco dizia-me uma amiga que os meus escritos eram ambíguos demais e, polo tanto, fascistas. Talvez isto seja porque a linguagem possui um defeito irresistível que é a nossa arma e a nossa perdição: confere um falso sentimento de certeza. Em realidade as palavras, supostas […]