Category: mercado simbólico

A coprofilia da informação

12 Xaneiro, 2017 (22:28) | discurso, mercado simbólico, política |

Recebo duma pessoa dos EUA uma preocupante notícia dum portal informativo australiano: que no “noroeste da Espanha”, um indivíduo entrou num supermercado com um colete suicida, e disparou contra a gente enquanto gritava “Alá é Grande”. Duas das fontes para a notícia eram os tabloides The Sun e La Región. Embora no próprio corpo do […]

A Epistemologia do Norte de Boaventura de Sousa Santos na Corunha

24 Abril, 2015 (22:00) | campo académico, língua, mercado linguístico, mercado simbólico, práticas de fala |

No Portal Galego da Língua O célebre sociólogo Boaventura de Sousa Santos, do Centro de Estudos Sociais de Coimbra, vem à Universidade da Corunha falar das Epistemologias do Sul e o futuro da universidade, com motivo do 25 aniversário da fundação da UDC. É um importante ato convidado pola universidade, com os poucos fundos que […]

Ideometria

19 Abril, 2015 (22:47) | classe, cultura, economia, mercado simbólico |

Há três maneiras em que o trabalho intelectual universitário atual se inscreve numa lógica muito distante do que ele pretensamente representa: mercantilização, disciplinamento, e calibração. De maneira interessante, a trabalhadora ou trabalhador intelectual resume e incorpora, no capitalismo especulativo do conhecimento, várias dimensões do mercado do capital, como um microcosmos dessa sanguenta ilusão. Mercantilização. A […]

As axilas de Bourdieu

12 Maio, 2014 (00:01) | discurso, mercado linguístico, mercado simbólico |

Há uns minutos tentava explicar à minha companheira de quase toda a vida (pobre ela) que eu deveria escrever um texto sério sobre Bourdieu, o meu pensador favorito, o que nos deixou tantas cousas sobre as relações entre língua (e linguagem, e discurso) e o seus valores e “capitais” associados, e a apropriação destes valores […]

A Crise do Linguotariado

18 Decembro, 2013 (00:01) | economia, língua, mercado linguístico, mercado simbólico, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua Na Fábrica da Lingua, propriedade do Estado, trabalharam durante quarenta anos centenas de pessoas. Cada manhã recolhiam pedaços irregulares de fala do chão milenário, faziam simétricos tijolinhos com esta matéria, distribuíam-nos entre elas, e cada tarde consumiam-nos elas mesmas nas casas, nas escolas, e nalguns atos públicos. Os tijolinhos, organicamente, […]

Quarenta Anos na Fábrica da Língua

1 Outubro, 2013 (00:01) | classe, discurso, economia, ideologia, mercado linguístico, mercado simbólico, mudança linguística, política |

No Portal Galego da Língua ★ No Praza Pública Desde há aproximadamente 40 anos se vem construindo na Galiza uma versão (oral, escrita e funcional) da língua do país que geralmente está naturalizada já como o “galego oficial” (paralelamente, não esqueçamos, desde há um pouco menos se vem construindo e praticando a versão “reintegracionista”). As […]

Descapitalizar a Língua e o Discurso: sobre o galego, o valor e o capital

21 Xaneiro, 2013 (00:00) | campo académico, discurso, economia, mercado linguístico, mercado simbólico, política |

No Portal Galego da Língua ★ No Diário Liberdade Em 1987 eu estava a fazer a tese de doutoramento numa universidade dos EUA. Tinha 28 anos, e vinha periodicamente a estadias na Galiza para a pesquisa. A tese, sobre o que chamei “a institucionalização do galego”, procurou descrever os começos da introdução estruturada do galego […]

A Morte do Sexénio (uma história)

8 Xuño, 2012 (18:13) | classe, cultura, ensino, mercado simbólico |

Hoje, na Universidade, alguém do meu corpo docente perguntou-me se eu tinha algum sexénio vivo. Precisava sabê-lo para colocar-me nalgum dos velhos lugares em que se baseia o saber universitário: os de acima, com vários sexénios vivos, e os de abaixo, seres asexeniados ou cujos sexénios, no nosso fértil eufemismo, não se chamam mortos não: […]

O “bajón” das línguas

21 Febreiro, 2011 (19:01) | cultura, língua, literatura, mercado simbólico, mudança linguística, práticas de fala, sociedade | 1 comment

“Estaba yo en un pub [en Coruña] … Y de repente le digo [al chico]: ‘Ah, no sabía que eras el primo de Tal’. Y me dice: ‘Sim, sou o primo de Tal’. Y digo yo (‘¡Habla gallego!’). Y me dio un bajón…”. Marta López, concursante do Gran Hermano espanhol, 2011. Essa tarde fresca de […]

A crise da língua e um futuro possível

7 Maio, 2010 (00:00) | ensino, língua, mercado simbólico, mudança linguística | 5 comments

Publicado em Novas da Galiza 90, 15 de maio – 15 de junho de 2010, p. 20 Na crise sociolinguística atual da Galiza convergem desde há aproximadamente ano e meio vários processos: (1) A evidente perda de falantes e de usos do idioma, refletida, por exemplo nos dados mais recentes do Instituto Galego de Estatística; […]